Agentes de segurança abatem drone com celulares e apreendem drogas

Aparelhos celulares e drogas foram apreendidas entre os dias 2 e 3 de fevereiro nas penitenciárias II “Nilton da Silva”, III “José Aparecido Ribeiro” e no CPP, Centro de Progressão Penitenciária, de Franco da Rocha, unidades administradas pela Coremetro, Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Metropolitana de São Paulo.

De acordo com a SAP, Secretaria da Administração Penitenciária, no domingo, 3, um drone foi avistado sobrevoando a Penitenciária II de Franco da Rocha. Ao ser interceptado, os agentes da unidade contabilizaram 19 aparelhos celular, sendo 13 micro celulares, 4 aparelhos comuns, 2 smartphones, 16 chips, 2 carregadores e 1 cabo USB. Ainda no domingo, a companheira de um preso da unidade tentou burlar a fiscalização levando entorpecentes em seu chinelo. A mulher levava substâncias características à maconha e à cocaína.

Os agentes de segurança do CPP, Centro de Progressão Penitenciária, de Franco da Rocha também realizaram um flagrante com a companheira de um sentenciado. A visitante tentava entrar na unidade prisional com dois invólucros contendo substância análoga à cocaína escondidos em sua genitália.

As apreensões flagradas em unidades prisionais de Franco da Rocha foram registradas no Distrito Policial do município.

Ilícito análogo à maconha também foi apreendido com uma visitante da Penitenciária III “José Aparecido Ribeiro”, de Franco da Rocha. O flagrante aconteceu o sábado, 2, após a mãe do preso passar em revista pelo scanner corporal e o aparelho mostrar anormalidade no cós de sua calça. Os agentes constataram 42 gramas do ilícito com a mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *