Sofre com o clima seco? Saiba como se prevenir

Chegou o outono e, como de praxe, o clima começa a ficar mais seco. Nessa semana, o Portal Top Tv On Brasil  fez uma postagem perguntando aos nossos leitores se alguém já estava sofrendo com o clima mais seco e, como era de se esperar, já tem muita gente tendo que lidar com as famosas ‘ites’.

Bronquite, rinite, sinusite, assim como gripes e resfriados, ficam ainda mais frequentes neste período. Aí não tem jeito: o nariz começa a coçar ou a escorrer, os espirros surgem, a garganta coça e a falta de ar fica mais frequente.

De acordo com o pneumologista Dr. Eduardo Leme Ferreira, do Hospital São Vicente, isso acontece porque o clima seco provoca uma irritação das vias aéreas. “Tanto o clima quanto a poeira fazem com que essa região fique mais frágil e com isso vírus e bactérias tem mais facilidade de atacar o indivíduo”, explica.

No entanto, há dois grupos de idade que necessitam de uma atenção maior: as crianças e os idosos. “No caso deles, a vacina da gripe é primordial. E, para os idosos, a vacina da pneumonia também”, reiteira o médico.

Mas nem tudo está perdido: algumas atitudes podem ser tomadas a fim de diminuir os sintomas dessas doenças durante essa época do ano. “Tomar bastante água, evitar atividades físicas ao ar livre no período mais quente, que é das 10h às 17h, e ter uma alimentação mais leve são algumas das recomendações”, continua.

O pneumologista também reiteira que o uso do umidificador ajuda bastante, assim como deixar uma toalha molhada perto do leito, a fim de deixar o ambiente mais úmido. “Mas há ressalvas, em especial os pacientes que sofrem de bronquite alérgica, já que a umidade pode aumentar os fungos dentro do ambiente”, alerta.

Para o médico, portanto, é importante que quem faz parte dos grupos de risco se vacinem contra a gripe, a fim de evitar problemas maiores. “A vacina é muito importante, há muitos poluentes no ar que atacam a via respiratória”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *