Brasil atropela Peru, empolga torcida e garante primeiro lugar

Daniel Alves comemora seu gol durante a partida entre as seleções do Brasil e do Peru

Seleção Brasileira reencontrou a paz com a torcida após derrotar o Peru com tranquilidade por 5 a 0, na tarde deste sábado, na Arena Itaquera, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa América. Com o resultado, o Brasil garantiu a primeira posição da Chave A e irá enfrentar na próxima quinta-feira um dos terceiros colocados entre os grupos B e C.

Diferentemente do jogo anterior, em que sofreu com um forte bloqueio defensivo da Venezuela, em Salvador, o Brasil encontrou facilidades diante de um Peru com muitos defeitos de posicionamento. As entradas de Everton Cebolinha e Gabriel Jesus também ajudaram numa maior articulação do setor ofensivo.

Tudo o que Tite queria era um gol logo no começo para evitar que os jogadores sentissem a cobrança da torcida. E isso aconteceu. Aos 11 minutos do primeiro tempo, Philipe Coutinho cobrou escanteio, Thiago Silva desviou no primeiro pau e Casemiro acertou a trave. A bola voltou para o próprio camisa 5 mandar para o fundo das redes.

Pouco antes de fazer o gol, Casemiro tomou cartão amarelo e está suspendo para o duelo das quartas de final. Será um problema para Tite, já que Fernandinho está machucado.

O Brasil ampliou o marcador aos 19 minutos da etapa inicial. O goleiro Gallese fez uma tremenda bobagem ao dar um chutão durante a reposição em Firmino. A bola bateu na trave e voltou novamente para o atacante, que ainda driblou Gallese antes de tocar para o fundo das redes.

A vantagem de dois gols do Brasil desestabilizou o time de Gareca. Os peruanos a partir de então começaram a se preocupar em não tomar mais gols. Com quatro pontos, eles acabaram ultrapassados na tabela pela Venezuela, que venceu a Bolívia e terminou em segundo na chave com cinco. Apenas os dois melhores terceiros colocados avançam.

O terceiro gol brasileiro chegou com Everton Cebolinha, um dos mais aplaudidos em Itaquera pela torcida de mais de 42 mil pagantes. E foi um golaço. Aos 31 minutos do primeiro tempo, o camisa 19 fez uma bela jogada pela esquerda, cortou e soltou a bomba cruzada, sem qualquer chance de defesa para Gallese.

Com a vitória construída já na etapa inicial, o Brasil jogou no segundo tempo com mais tranquilidade e na espera por mais falhas do Peru, cuja dupla Cueva e Guerrero pouco mostrou em criatividade. E elas aconteceram. Aos 9 minutos, Daniel Alves tabelou com Arthur e Firmino, invadiu a área e soltou um forte chute para fazer 4 a 0.

Tite fez algumas substituições e o ritmo caiu, com os jogadores já de olho nas quartas de final. Mesmo assim, teve tempo para mais um gol. E foi de Willian, aos 44 minutos, após receber na área, limpar e chutar. Gabriel Jesus ainda poderia ter feito o sexto, após sofrer pênalti, aos 46 minutos, mas o camisa 9 desperdiçou a cobrança.

Retrospecto
Agora, na história dos confrontos, o Brasil somou sua vitória de número 31 em 44 duelos, com 95 gols marcados pelos brasileiros e 29 pelos peruanos. Foram ainda nove empates e quatro vitórias do Peru. Curiosamente, as seleções voltarão a se enfrentar em 10 de setembro, em amistoso nos Estados Unidos.

FICHA TÉCNICA
PERU 0 x 5 BRASIL
PERU – Gallese; Advincula, Araujo, Abram e Trauco; Tapia, Yotún (Edison Flores), Polo, Cueva Ballón) e Farfán; Guerrero (Christofer Gonzáles). Técnico: Gareca
BRASIL – Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luis (Alex Sandro); Casemiro (Allan), Arthur e Philippe Coutinho (Willian); Gabriel Jesus, Firmino e Everton Cebolinha. Técnico: Tite
GOLS – Casemiro, aos 11, Firmino, aos 19, e Everton Cebolinha, aos 31 minutos do primeiro tempo; Daniel Alves, aos 9, e Willian, aos 44 minutos do segundo tempo
AMARELO – Yotún e Advincula (Peru); Casemiro e Thiago Silva (Brasil)
PÚBLICO E RENDA – 42.327 (pagantes); R$ 10.009.095,00
ÁRBITRO – Fernando Andres Rapallini (ARG)
LOCAL – Arena Corinthians, em Itaquera (SP)