Opinião: Artesanato e Teatro, a boa fase da Cultura

Por: Ricardo Rodrigues Pazin

Cajamar tem vivenciado uma fase positiva na área cultural e de lazer em comparação a períodos recentes. Além da iniciativa de setores da comunidade, a situação da Cultura melhorou de forma exponencial após a chegada de Amomm Hebron, o Amom Violeiro, à Secretaria.

Amom atingiu um nível de destaque entre os secretários ao assumir a Cultura, demonstrando criatividade e capacidade de movimentar o município mesmo com um orçamento limitado. Com entusiasmo, Amom age com a expressão popular do fazer mais com menos e proporciona resgastes e respiros à cultura.

Em parceria com os artesãos, a Prefeitura promoveu, a 1ª Feira de Artesanatos da cidade, reunindo diversos artesãos na Praça Anna Maria Aró em Jordanésia.

Outra novidade é a parceria entre o Anhanguera Parque Shopping e o Núcleo Experimental de Teatro, que agendou duas apresentações da peça “Pela Estrada Afora”, com direção de Adilson Pereira. Uma já aconteceu no último dia 13 de julho e foi um sucesso de público. A proxima apresentação será no dia dia 27 a partir das 18h.

Eventos como estes são de extrema importância para a Cultura de Cajamar, e esperamos que se torne parte integrante do calendário de eventos da cidade. A parceria com a comunidade é um produtivo caminho para realização de eventos.

A cidade, que já contava com bons trabalhos e eventos independentes, vivencia um momento especial com parcerias e iniciativas do poder público. Espera-se que o progresso cultural não se interrompa e que o exemplo de Amom inspire eventuais futuros sucessores ao longo dos anos.