Apenas 50 mil cajamarenses realizaram o cadastramento biométrico

Dos 64.439 eleitores registrados no município, somente 50.256 estão aptos para votar. Quem ainda não regularizou sua situação tem até o dia 6 de maio para ir ao cartório eleitoral resolver a situação.

O prazo imposto pela Justiça Eleitoral terminou no dia 19 de dezembro e o eleitor que não realizou até essa data o cadastramento biométrico teve o título cancelado pode sofrer restrições na vida civil como obter passaporte, tomar posse em concurso público, fazer empréstimos em bancos públicos e matrículas em instituições de ensino oficiais.

O eleitor ainda pode reverter o cancelamento do título até o próximo dia 6 de maio, após esta data, o cadastro eleitoral ficará fechado até o final das eleições.

O restabelecimento da inscrição se dá pela revisão do título, no cartório eleitoral ou posto de atendimento, com a atualização dos dados cadastrais e coleta da biometria, caso o eleitor não tenha.
O atendimento deve ser agendado previamente pelo site do TRE e os documentos necessários são: documento de identidade oficial e original, comprovante de endereço recente e título de eleitor, se tiver. Não é necessário levar cópias.

A data limite se refere ao último dia antes do fechamento do cadastro eleitoral para a realização das eleições de 2020, conforme artigo 91 da Lei 9.504/97, conhecida como a Lei das Eleições. Nele consta que “nenhum requerimento de inscrição eleitoral ou de transferência será recebido dentro dos cento e cinquenta dias anteriores à data da eleição”, o que significa que, a partir de 07 de maio, nenhuma alteração poderá ser feita no cadastro eleitoral, até a sua reabertura, após o pleito.

Serviço

Cartório Eleitoral de Cajamar (Sede)

Endereço: Avenida Armando Rojek, nº111, Jordanésia – 12h às 18h

Posto de Atendimento ao Eleitor (Polvilho)

Avenida Tenente Marques, 55 – Polvilho – Das 10h às 17h