Justiça Eleitoral mantém pré-candidatura de Furlan em Barueri

O prefeito de Barueri, Rubens Furlan, disse em sua página no Facebook na noite desta segunda-feira (16), que a Justiça Eleitoral manterá sua pré-candidatura à reeleição nas eleições de outubro deste ano.

Veja o que disse Furlan em seu post.

“Acabo de receber a notícia de que a presidência do TRE-SP suspendeu qualquer impedimento à minha intenção de disputar a próxima eleição para a Prefeitura de Barueri. Agradeço a Deus por, durante todo esse tempo, ter preservado em mim a plena confiança na Justiça e novamente me dar a oportunidade de concorrer à reeleição como prefeito dessa cidade que eu tanto amo! Obrigado a todos.”, disse Rubens Furlan, no Facebook, nesta segunda-feira (16).

 Gil Arantes e Furlan

À repórter Vanessa Dainesi, na semana passada, o ex-prefeito de Barueri, Gil Arantes (DEM), negou que esteja articulando apoio para a reeleição do prefeito Rubens Furlan (PSDB). As acusações foram feitas, nas redes sociais, pelo presidente do Podemos, o radialista Fábio Teruel, que classificou Arantes com o um “office boy de luxo” do Furlan. “Lamento que ele pense isso de alguém que foi deputado e prefeito da cidade. Isso não acontece, não estou articulando a saída de nomes do Podemos. Quero deixar bem claro que não estou disputando eleições, mas continuo um agente político e participando da política da minha cidade. Eu nasci em Barueri e sempre que for consultado vou dar minha opinião pelo bem da cidade”, garante Gil Arantes.


O ex-prefeito de Barueri ainda lamentou a postura do radialista. “Admiro o trabalho dele de evangelizar as pessoas, mas não concordo com a postura de ataques ainda mais para mim que não participo da eleição”, completa acrescentando que disputou cinco eleições em fazer ataques. “Sempre ganhei sem ataque. Acredito que o eleitor não gosta desta postura. Mas, acredito que ele deve estar recebendo algum tipo de assessoria para adotar esse comportamento. Só não concordo com esse tipo de ataque ainda mais de um candidato que está disputando a primeira eleição”, dispara.

Gil revela que ainda não definiu quem apoiará na eleição. “Antes de qualquer decisão, vou conversar com o Furlan. Farei isso em respeito à caminhada que tivemos. Foram 25 anos caminhando juntos, então, é natural essa conversa”, diz acrescentando que não descarta um apoio ao atual prefeito. “Não está descartado esse apoio. E acredito que ele deva acontecer de forma bem natural. Então, se a pré-candidatura de Furlan se confirmar, acredito que o apoio pode acontecer”, acrescenta.

Ao avaliar o cenário atual da eleição, Gil é firme em dizer que Furlan tem vantagem em relação aos adversários. “Se olharmos o quadro hoje, ninguém tira a eleição do Furlan. Se ele não tiver problemas para registrar a candidatura, acho que ele deve ser reeleito”, aponta.

Questionado se estaria disposto a participar desta eleição, Gil garante que por enquanto não tem interesse em voltar às disputas eleitorais. “Dediquei muito tempo da minha vida para as disputas eleitorais e deixei até de cuidar de minha saúde, mas, hoje, estou bem. No entanto, se por ventura, for da vontade do coletivo, posso disputar sim uma nova eleição”, finaliza.